O João Conta Comboios

3.2.2015

O “João” entrou no CORPE ainda não tinha 5 anos de idade. O mundo em seu redor era muito difícil de compreender, as palavras não tinham significados, as coisas não tinham nomes, as pessoas assustavam-no, a relação com os colegas inexistente, as birras frequentes e os pais muito preocupados.
No início deste percurso terapêutico houve momentos de grande turbulência, mas o “João” acalmava ao meu colo, junto à janela, a ver e a ouvir contar os comboios que passavam mesmo no outro lado da Av.ª 24 de Julho. Aprendeu a saber esperar e a contar! 
Os jogos psicomotores ganhavam vida e entusiamo. As palavras começavam a fazer sentido para o “João”, as frases a emergir, imaginámos muitas histórias de dragões e castelos, construímos cenários de guerra e paz. O seu mundo cada vez mais estruturado permitiu-lhe compreender o corpo, o espaço, o tempo, as emoções, os afetos, desenhos, letras, números… No final do 1º ano de escolaridade era já um excelente aluno e todo orgulhoso dizia “sou o melhor aluno da minha turma!”.

 

Please reload

Em Destaque

Feliz dia da Criança

01.06.2016

1/10
Please reload

Publicações Recentes