Espelho meu, Espelho meu!

15.2.2016

 

Autoestima: Apreço ou valorização que uma pessoa confere a si própria, permitindo-lhe ter confiança nos próprios atos e pensamentos.

"autoestima", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa Autoestima.

 

Falamos tanto dela...onde é que anda? Em cada um de nós. Só temos de a descobrir e usar em nosso proveito.

É a autoestima que nos permite olhar em frente com confiança.

Acreditar que somos capazes de vencer as adversidades, de nos levantarmos depois de uma queda e avançar. E gostarmos de nós como somos.

 

A autoestima e a consciência de si próprio andam juntas. Conhecer os nossos pontos fortes e os menos fortes torna-nos mais seguros e sábios em escolhas que façamos. E assim, progredir é mais fácil.

 

Como educadores e pais queremos que as nossas crianças se conheçam verdadeiramente, pensem sobre as suas ações e construam um futuro seguro. Esse caminho autónomo só será verdadeiramente conseguido se a sua autoestima for genuína e verdadeira refletindo uma consciência de si ajustada.

 

Podemos trabalhar a autoestima e o conhecimento de si mesmo? Sim, podemos.

 

Aqui partilhamos algumas sugestões de desenvolvimento pessoal e que poderão ajudar os pais e educadores no crescimento pessoal dos seus filhos:

 

1. Tempo para conversar. São difíceis as conversas de hora marcada e com agenda de trabalhos. Aproveite os momentos de descontração e de lazer para falar com os seus filhos. Converse sobre assuntos do quotidiano. Conheça a sua opinião. Não fale apenas do que corre mal. Fale daquilo que é bom. Do que fazemos bem e dos projetos futuros. Que caminhos construir? O que dispomos em nós que nos possibilitará futuras conquistas?

 

2. Tenha confiança. É importante incutir responsabilidade e autonomia apropriadas a cada idade. Deixar os filhos crescer não é tarefa fácil. Mas é necessário. Mais tarde eles agradecer-lhe-ão a autonomia que lhes proporcionou quando tiverem de resolver os seus próprios problemas.

 

3. Seja justo. Elogiar é preciso. Mas um elogio desajustado ou incoerente não é valioso. Reconheçamos o esforço e o mérito.

 

4. Seja impulsionador da motivação. A motivação intrínseca, a que vem de dentro para fora e que nos impele a concretizar determinado projeto por nós próprios, é de ouro e a chave para sermos bem sucedidos. Ajude os seus filhos a estabelecerem planos de ação e a cumprirem-nos. A realização de determinado objetivo é uma vitória em si.

 

 

 

 

Please reload

Em Destaque

Feliz dia da Criança

01.06.2016

1/10
Please reload

Publicações Recentes